Mesa de som digital Yamaha CL5

Marca: YAMAHA  Modelo: CL 5
CL 5 Console Mesa de Som Digital Para Sistemas ao vivo Yamaha CL-5

yamaha musical caixa de som ativa monitor de audioyamaha musical caixa de som ativa monitor de audio

Descrição

Mesa de som yamaha CL5 console digital os racks são vendidos a parte

Marca: YAMAHA  Modelo: CL 5
CL 5 Console Mesa de Som Digital Para Sistemas ao vivo Yamaha CL-5A Mesa Digital Yamaha CL5 consoles de mixagem representa um novo nível de refinamento.
CL-5 Yamaha usa i/o rack RIO 3224-D2 ou RIO1608-D ou Ri8-D ou ainda Ro8-D, todos vendidos separadamente expansão e snake digital.
Ele oferece uma experiência que evoluiu na mistura, mais sonora pureza acessível com recursos de modelagem de som que vai dar o engenheiro mais imaginativo sem precedentes liberdade criativa.

A série CL incorpora os padrões de liderança em som ao vivo na sua forma mais avançada, mais expressivo.

A Cl5 Yamaha Com três seções de faders para um eficiente controle em suas mãos, a CL5 é a escolha ideal em diversas aplicações para sistemas de sonorização ao vivo.

Canais de entrada: 72 mono, 8 estéreo Faders: 16 faders na seção da esquerda, 8 na seção centralogic, 8 na seção da direita e 2 faders na seção de master.

Meter Bridge (medidor de sinais) embutido. Suporte de alumínio para iPad

A busca da perfeição está em curso e, provavelmente, nunca vai acabar, mas ao longo do caminho Yamaha introduziu uma série de inovações que se tornaram padrões da indústria, oferecendo desempenho e familiaridade que os usuários mais exigentes continuam a exigir.

Por definição, normas são mantidos melhor como elas são. Com aperfeiçoamentos evolucionários, é claro.

Características

Faders: 16 faders na seção da esquerda, 8 na seção centralogic, 8 na seção da direita e 2 faders na seção de master.
Meter Bridge (medidor de sinais) embutido.
Suporte de alumínio para iPad

Taxa de amostragem de frequência interno 44,1 / 48 kHz
External 44,1: 4,1667%, 0,1%, -0,1%, -4,0% (± 200ppm), 48kHz: 4,1667%, 0,1%, -0,1%, -4,0% (± 200ppm)
O atraso do sinal Menos de 2,5 ms, a OMNI OMNI IN OUT, ??Fs = 48kHz
Distorção harmônica total inferior a 0,05% de 20Hz-20kHz @ +4 dBu em 600O, OMNI IN para OMNI OUT, ??Ganho de entrada = Min.
Resposta de freqüência de 0,5,-1.5dB 20Hz-20kHz, referem-se a 4 de saída dBu a 1 kHz, OMNI IN para OMNI OUT
Gama dinâmica 112dB típico:. DA Converter / 108dB típico:. OMNI IN para OMNI OUT, ??Ganho de entrada = Min.
Crosstalk-100dB * 1, OMNI adjacente IN / OUT OMNI canais, ganho de entrada = min.
Os requisitos de energia EUA / Canadá: 120V 60Hz, Japão: 100V 50/60Hz, China: 110-240V 50/60Hz, Coréia: 220V 60Hz, Outros: 110-240V 50/60Hz
Consumo de energia 170W: Fonte de alimentação interna / 200W: O uso simultâneo de PSU interno e externo PW800W
Dimensões W 1.053 milímetros (41 1/2in)
H 299 milímetros (11 3/4in)
D 667 milímetros (26 1/4in)
36 kg de peso líquido (£ 79,4)
Outros Faixa de temperatura:
Temperatura de operação: 0 – 40 ?, Temperatura de armazenamento: -20 – 60 ?
esboçar
Mistura Misturar a capacidade de canais 72 Mono + 8 estéreo
GRUPO 24 MIX (Group / AUX) ônibus
AUX 24 MIX (Group / AUX) ônibus
MAIN Stereo, Mono
MATRIX 8 (pode ser usado como AUX por “Entrada para Matrix” função)
DCA / VCA 16
Entrada do canal funções HPF, atenuador, 4 bandas PEQ, 2x Dynamics, Pan (LR ou LCR com CSR)
Saída do canal funções atenuador, 4 bandas PEQ, Dynamics
On-board processadores 16x GEQ, 8x GEQ / SPX (GEQ: 31-band ou 2x Flex15)
I / O Mic inputs 72 (revogáveis??)
Phantom Power +48 V DC; ON / OFF POR canal
Entradas de linha 8 omni in (Sem rack I / O)
AD conversor 24 OU 32-bits
Linha 8 saídas omni out (Sem rack I / O)
DA conversor de 24-bit, 128 ao longo do tempo de amostragem
Digital I / O 2TR AES / EBU
Slots de expansão 3x Mini-YGDAI (16-in/16-out)
Ethernet, MIDI, controle e outros USB (Armazenamento / chave), Word clock I / O, Lamp 3x (12V)

O que é normal fica, a inovação não tem fim.

A busca da perfeição é contínua e provavelmente nunca acabará, mas ao longo da nossa trajetória a Yamaha introduziu uma série de inovações que se tornaram padrões da indústria, oferecendo desempenho e familiaridade que os operadores mais exigentes continuam a exigir.

Por definição, os “padrões” são melhor guardados como estão.

Com aperfeiçoamentos evolutivos, é claro.

As mesas de mistura digitais da Série CL da Yamaha representam um novo nível de aperfeiçoamento.

Proporcionam uma experiência inovadora numa mistura acessível, a que se alia a pureza sonora e a capacidade de os engenheiros de som adaptarem a sonoridade às necessidades, proporcionando-lhes assim uma liberdade criativa e imaginativa sem precedentes.

A Série CL incorpora as principais normas do som ao vivo, na sua forma mais avançada e mais expressiva.

Tal como o nome indica, os «bastidores virtuais» das mesas de mistura da Série CL permitem-lhe combinar os processadores de sinal de que necessita para a sua aplicação num local facilmente acessível, à semelhança do que acontece com os tradicionais bastidores analógicos externos.

O novo Bastidor da Série CL, de qualidade superior, consegue acomodar até oito instâncias dos seis efeitos EQ expressivos e de dinâmica previstos, incluindo o equalizador Pórtico 5033, da Rupert Neve Designs, e o compressor/limitador Pórtico 5043.

A possibilidade de utilizar alguns dos efeitos de estúdio mais reputados nas misturas ao vivo, pode ajudá-lo a produzir uma qualidade sonora sem precedentes, em qualquer tipo de evento.

Criar a Plataforma de Som Natural Ideal

Mesa de som digital Yamaha CL5
Mesa de som digital Yamaha CL5

 

O impacto total da tecnologia áudio digital mais avançada disponível foi aplicado através da Série CL completa, a fim de proporcionar um som natural, capaz de constituir o fundamento perfeito para a imaginação de qualquer artista ou engenheiro.

Mas este tipo de qualidade sonora não pode tornar-se realidade apenas através de especificações.

As avaliações auditivas e os sucessivos aperfeiçoamentos, em que participam alguns dos «ouvidos» mais fiáveis e das mentes mais respeitadas, constituem uma parte indispensável do processo.

As mesas de mistura digitais da Série CL são a prova de que o tempo e o esforço envolvidos foram bem aplicados.

Special Interview: Kenichi Ikeda(Electrical Engineer)

O Som está nos Detalhes

O desafio começa logo a partir da mesa de mistura.

Para poder alcançar o nível de qualidade sonora pretendido, há que selecionar e desenhar com o máximo cuidado os componentes individuais, a fonte de alimentação, a ligação à terra, o layout do circuito, a construção mecânica e um número incontável de outros pormenores das fases de entrada iniciais.

A avaliação áudio constitui também uma parte importante do processo de desenvolvimento, logo desde esta primeira fase.

Substituir um único componente eletrônico poderá alterar o som de uma forma inexplicável e as mais ínfimas variações devem ser notadas e avaliadas como processos de desenvolvimento.

Foram também tomadas medidas extremas para maximizar o desempenho da conversão AD e DA, desde a realização de análises espectrais detalhadas do relógio principal AD/DA, até à regulação do sinal do relógio FPGA de routing, para conseguir obter um som musical o mais natural possível.

Outra parte crítica de qualquer sistema áudio é a fonte de alimentação.

É claro que a potência é um fator importante, mas o tipo dos condensadores utilizados também o é, além de que a ligação à terra deve ser efetuada de modo a assegurar uma impedância o mais baixa possível.

O som resultante será uma representação eminentemente natural do sinal de entrada, constituindo uma boa base para o processamento e os efeitos que irão levar até ao som final, esmerado.

Qualidade Prodigiosa e Potencial Criativo

Mesa de som digital Yamaha CL5
Mesa de som digital Yamaha CL5

 

Ao criar um som o melhor possível para os mais diversos eventos e os mais variados requisitos dos artistas, os engenheiros de som têm de aplicar toda a sua experiência e imaginação para tomarem uma série de decisões que envolvem prática e criatividade.

A principal ferramenta destes engenheiros de som é a mesa de mistura, que deverá poder reunir todas essas características. É claro que o objetivo final é a qualidade sonora, e esta é apenas uma das áreas em que as mesas de mistura da Série CL atingem a excelência.

Dispõem também de alguma da tecnologia mais avançada de circuitos analógicos disponível no mercado, que se alia ao seu caráter sem precedentes para moldar o som consoante as necessidades, sem nunca perder a mais elevada qualidade sonora.

Special Interview: Rupert Neve and Toshifumi Kunimoto

Uma Abordagem Digital à Qualidade Analógica Proclamada

Mesa de som digital Yamaha CL5
Mesa de som digital Yamaha CL5

 

– Pórtico 5033/5043

Estes aparelhos modelam exemplarmente toda a profundidade sonora e a amplitude do equalizador analógico original e dos módulos de compressor/limitador da empresa Rupert Neve.

São não só os dispositivos ideais para acrescentar à sua mistura um som de qualidade de estúdio de primeira categoria, como também são extremamente fáceis de regular, para um efeito final ótimo.

Basta introduzir estes extraordinários modelos no trajeto do sinal para que o som tenha uma significativa melhoria.

– U67 Um padrão de estúdio, ideal para uma vasta gama de aplicações.

Apresenta ainda um botão RATIO «ALL», que simula o efeito de envolver todos os botões de rácio no original.

– Opt-2A É um modelo de um dos compressores de estúdio óticos mais utilizados desde os anos de 1960.

Distinguido pelas características de compressão e libertação do original, altamente consideradas, estas são recriadas com uma precisão notável.

– EQ-1A

O clássico equalizador de estúdio que serve de base a este modelo é, ainda hoje, uma exigência altamente apreciada pela resposta musical do seu tubo de vácuo e pelos circuitos EQ do transformador, assim como pelas suas características de acentuação / atenuação.

– EQ Dinâmico Um original processador de dinâmica, que aplica compressão/ expansão/ limite na resposta às mudanças de nível detetadas em bandas de frequência específicas.

Uma interface com um design adequado faz com que atingir o som ideal seja um processo rápido e fácil.

Revolucionário Mixer Automático Dan Dugan embutido

Mesa de som digital Yamaha CL5
Mesa de som digital Yamaha CL5

 

Pode encontrar uma variedade de características no seu sistema, mas se as mesmas não forem eficazmente integradas num sistema operativo que lhe forneça um acesso rápido perdem o seu valor acrescentado.

O design dos faders e controladores da série QL abrange igualmente um cuidado especial dedicado às formas e materiais empregues.

A boa visibilidade dos mostradores de nomes de canais, e as suas cores, trazem simplicidade e eficiência à utilização geral do sistema.

O interface é uma ligação vital entre a mesa de mistura e o engenheiro por isso merece todo o nosso cuidado e atenção.

Configuração simples e flexível em qualquer local.

Um Sistema Simples em Cascata

Um Sistema Simples em Cascata
Mesa de som digital Yamaha CL5

 

Os switches de portas internas permitem que os consoles CL sejam facilmente configurados para configurações de rede em cascata ou estrela.

Neste exemplo, o console na posição FOH está diretamente conectado ao rack de I/O ao lado do palco. A rede é autoconfigurada.

Claro que o aplicativo de iPad CL StageMix pode ser usado mesmo em sistemas simples como este, e a placa de som virtual Dante pode ser usada para habilitar a gravação multipista em uma DAW, como Nuendo da Steinberg.

Uma Rede em Estrela Flexível e Redundante

Uma Rede em Estrela Flexível e Redundante
Mesa de som digital Yamaha CL5

 

As topologias em estrela podem ser configuradas com switches de rede gigabit.

Nesta configuração, as conexões redundantes para cada dispositivo na rede garantem que um mau funcionamento em um cabo ou dispositivo de rede não perturbe todo o sistema.

O recurso Gain Compensation permite que vários consoles controlem o ganho analógico para um único rack de I/O, para uma integração perfeita da operação com o FOH e o monitor.

Vários computadores também podem ser usados para gravação ao vivo.

* O firmware CL V1.5 ou posterior é necessário para o controle de ganho analógico do Ri8-D.

Exemplos de sistema: salões e teatros

Versatilidade e confiabilidade para uma ampla variedade de aplicações.

Integração com NEXO NXAMP

Integração com NEXO NXAMP
Mesa de som digital Yamaha CL5

 

Instale o NXDT104 Dante Network Card em um amplificador NEXO NXAMP e torna-se possível a comunicação direta com os consoles da série CL.

Além da transmissão de áudio básica através da rede Dante, o patching do NXAMP pode ser controlado a partir da tela touch do console CL.

Você tem a rede Dante desde a entrada até a saída, e com isso obtém uma operabilidade geral significativamente melhorada.

* O firmware CL V1.5 ou posterior é necessário para o controle de ganho analógico do Ri8-D e patching do NXAMP.

Som ao Vivo e Capacidade de Produção

Som ao Vivo e Capacidade de Produção
Mesa de som digital Yamaha CL5

 

Som ao Vivo e Capacidade de Produção

* O firmware CL V1.5 ou posterior é necessário para o controle de ganho analógico do Ri8-D.

Exemplos de sistema: transmissão cl5 console digital

As aplicações exigem uma grande quantidade de equipamentos usados ​​em termos de recursos, adaptabilidade, som e confiabilidade.

Um RMio64-D é usado para fornecer um feed MADI para uma Unidade Móvel.

Um RMio64-D é usado para fornecer um feed MADI para uma Unidade Móvel.
Mesa de som digital Yamaha CL5

 

O sistema de som ao vivo inclui um console CL na FoH e um console QL ao lado do palco.

Além de fornecer a mixagem de monitoramento, o recurso Port to Port do console QL do lado do palco permite que ele funcione como um I/O rack com capacidades comparáveis a uma unidade da série R, reduzindo assim o tamanho geral e a complexidade do sistema.

O RMio64-D converte o sinal Dante do sistema para MADI para transmissão para a UM fora do local.

A conversão da taxa de amostragem incorporada no RMio64-D resolve efetivamente os problemas de sincronização de word clock.

Um console CL ou QL versão 3.0 ou acima em um sistema de monitoramento surround

Mesa de som digital Yamaha CL5
Mesa de som digital Yamaha CL5

As conexões para os monitores surround e ao cue dedicado são feitas através dos conectores OMNI OUT do console ou a partir de um slot de expansão Mini-YGDAI.

As fontes surround externas podem ser enviadas ao console através de um slot de expansão Mini-YGDAI para que as fontes possam ser trocadas e monitoradas através do console.

Os sinais surround também podem ser enviados a um medidor surround externo através de um slot Mini-YGDAI.

Technical Specification of CL5/QL

CL5
Mixing Capacity Input Mixing Channels 72 mono + 8 stereo
Mix Buses 24
Matrices 8 (Input to Matrix supported)
Stereo Bus 1
Mono 1
Cue 1 (Second Cue Bus supported in CL V4.0 or later)
Local Connectors Analog Inputs 8
Analog Outputs 8
MY Slots 3
Dante I/O Primary / Secondary
Digital Out 1 (AES/EBU)
GPI 5 in / 5 out (CL V1.11 or later)
Word Clock I/O Yes
MIDI I/O In / Out
External Redundant PSU Optional PW800W
Meter Bridge Output meter built-in Optional MBCL
Ethernet Yes
AC Inlet V-Lock Type
Scene Memory Number of Scenes 300
Recall Safe Yes
Focus Recall Yes
Fade Time Yes (0s ~ 60s)
Preview Yes (CL V1.51 or later)
Selective Load / Save Yes (CL V1.7 or later)
Tactile Control Keys Yes
Input Channel Functions Gain Compensation Yes
Digital Gain Yes (-96dB ~ +24dB)
ATT -96dB ~ 0dB
HPF 20Hz ~ 600Hz, -6 or -12dB/oct Selectable (CL V1.51 or later)
PEQ 4 Band Full PEQ
(RTA overlay support in CL V3.0 or later, New EQ Algorithms support in CL V4.0 or later)
Dynamics 1 Gate / Ducking / Compressor / Expander (Key-in Filter on the Compressor and Expander in CL V4.0 or later)
Dynamics 2 Compressor / Compander-H / Compander-S / De-esser
Input Delay Yes (0ms ~ 1000ms, frame delay support in CL V3.0 or later)
Pan CENTER NOMINAL or LR NOMINAL for monaural input channels in CL V3.1 or later
L-MONO, R-MONO or LR-MONO for stereo input channels in CL V3.1 or later
DCA Group 16 (Output DCA and DCA Roll-Out support in CL V2.0 or later, Scrollable DCA Roll-Out support in CL V4.0 or later)
MUTE Group 8 8
Number of Inserts 2 (CL V2.0 or later)
Direct Out Yes
Output Channel Functions PEQ 4 Band Full PEQ
(RTA overlay support in CL V3.0 or later, New EQ Algorithms support in CL V4.0 or later)
Dynamics 1 Compressor / Expander / Compander-H / Compander-S
MUTE Group 8
Number of Inserts 2 (CL V2.0 or later)
Premium Rack Number of Premium Racks 8
Mountable Device RND Portico5033 / RND Portico5043 / U76 / Opt-2A / EQ-1A / Dynamic EQ / Buss Comp 369 (CL V3.0 or later) / MBC4 (CL V4.0 or later)
Effect Rack Number of Effect Racks 8
Number of Effect Programs 54
Mountable Device Effect / 31BandGEQ / Flex15GEQ / 8Band PEQ (CL V3.0 or later)
GEQ Rack Number of GEQ Racks 16
Mountable Device 31BandGEQ / Flex15GEQ / Dugan Automixer (CL V3.0 or later) / 8Band PEQ (CL V3.0 or later)
(RTA overlay support in CL V3.0 or later, GEQ gain control from the TOUCH AND TURN knob in CL V4.0 or later)
Dante Number of I/O Channels 64 in / 64 out
Dante Patch from Console Yes
Recording USB Memory Recording Yes
DVS Recording Yes (DVS and Nuendo Live bundled)
Broadcast Functions 5.1 Surround Panning Yes (CL V3.0 or later)
Surround Monitor Yes (CL V3.0 or later)
Mix Minus Yes (CL V2.0 or later)
L-Mono / R-Mono / LR-Mono Yes (CL V3.0 or later)
Monitor Solo Mode Yes (CL V4.0 or later)
Second Cue Bus
(allows the MATRIX 7/8 to be used as a CUE B bus)
Yes (CL V4.0 or later)
Oscillator Sine Wave 1ch / Sine Wave 2ch (CL V3.0 or later) / Pink Noise / Burst Noise
Other Functions Port to Port No
RTA Yes (CL V3.0 or later)
Output Port Delay Yes (0ms ~ 1000ms, frame delay support in CL V3.0)
Cascade
User Level
Help File
Channel Link Yes (Output Channel Link support in CL V3.0 or later)
Channel Copy/Move Yes
Control & Monitoring for Digital Wireless Receivers Shure ULXD4D/ULXD4Q (CL V4.0 or later)
User Interface Display 10 inch Touch Panel
Centralogic Section Yes
Faders 16 + 8 + 8 + 2 16 + 8 + 2 8 + 8+ 2
Selected Channel Encoders Gain, HPF, PEQ (controls for 4 bands), Dynamics 1/2(Threshold only), Pan, Mix/Matrix Sends
Channel Encoder Yes (for Gain, Send Level, or an assigned parameter)
Channel Name / Color Display Yes
Custom Fader Banks Yes (customized for each fader section)
User Defined Keys 16 (x 4 banks in CL V3.0 or later)
User Defined Knobs 4
Touch and Turn Knob Yes (using a User Defined Knob)
Monitor Level Knob Yes
Wooden Arm Rest Yes
iPad Stay Yes No
Rack-mounting No
Software Editor CL Editor (Win/Mac, CSV files import/export in CL Editor V4.0.0 or later)
StageMix CL StageMix (iPad app)
MonitorMix Yes (CL V4.00 or later)
Console File Converter Yes (Win/Mac)

CL5

CL5 yamaha

 

 

Taxa de amostragem Interno 44.1kHz / 48kHz 44.1kHz / 48kHz 44.1kHz / 48kHz
Consumo de energia 170W: Internal Power Supply / 200W: Simultaneous use of Internal PSU and External PW800W 170W: Internal Power Supply / 200W: Simultaneous use of Internal PSU and External PW800W 170W: Internal Power Supply / 200W: Simultaneous use of Internal PSU and External PW800W
Dimensões Largura 1053mm (41 1/2in) 839mm (33 1/8in) 648mm (25 5/8in)
Altura 299mm (11 3/4in) 299mm (11 3/4in) 299mm (11 3/4in)
Profundidade 667mm (26 1/4in) 667mm (26 1/4in) 667mm (26 1/4in)
Peso líquido 36kg (79.4lb) 29kg (63.9lb) 24kg (52.9lb)
Apresentação da Série CP na Musikmesse Frankfurt 2010 (inglês) Temperature Range: Operating temperature range: 0 – 40℃, Storage temperature range: -20 – 60℃ Temperature Range: Operating temperature range: 0 – 40℃, Storage temperature range: -20 – 60℃ Temperature Range: Operating temperature range: 0 – 40℃, Storage temperature range: -20 – 60℃
Sampling frequency rate External 44.1kHz: +4.1667%, +0.1%, -0.1%, -4.0% (±200ppm), 48kHz: +4.1667%, +0.1%, -0.1%, -4.0% (±200ppm) 44.1kHz: +4.1667%, +0.1%, -0.1%, -4.0% (±200ppm), 48kHz: +4.1667%, +0.1%, -0.1%, -4.0% (±200ppm) 44.1kHz: +4.1667%, +0.1%, -0.1%, -4.0% (±200ppm), 48kHz: +4.1667%, +0.1%, -0.1%, -4.0% (±200ppm)
Signal delay Less than 2.5ms, OMNI IN to OMNI OUT, Fs=48kHz Less than 2.5ms, OMNI IN to OMNI OUT, Fs=48kHz Less than 2.5ms, OMNI IN to OMNI OUT, Fs=48kHz
Total harmonic distortion Less than 0.05% 20Hz-20kHz@+4dBu into 600Ω, OMNI IN to OMNI OUT, Input Gain = Min. Less than 0.05% 20Hz-20kHz@+4dBu into 600Ω, OMNI IN to OMNI OUT, Input Gain = Min. Less than 0.05% 20Hz-20kHz@+4dBu into 600Ω, OMNI IN to OMNI OUT, Input Gain = Min.
Frequency response +0.5, -1.5dB 20Hz-20kHz, refer to +4dBu output @1kHz, OMNI IN to OMNI OUT +0.5, -1.5dB 20Hz-20kHz, refer to +4dBu output @1kHz, OMNI IN to OMNI OUT +0.5, -1.5dB 20Hz-20kHz, refer to +4dBu output @1kHz, OMNI IN to OMNI OUT
Dynamic range 112dB typ.: DA Converter / 108dB typ.: OMNI IN to OMNI OUT, Input Gain = Min. 112dB typ.: DA Converter / 108dB typ.: OMNI IN to OMNI OUT, Input Gain = Min. 112dB typ.: DA Converter / 108dB typ.: OMNI IN to OMNI OUT, Input Gain = Min.
Hum & noise level Equivalent input noise -128dBu typ., Equivalent Input Noise, Input Gain=Max. -128dBu typ., Equivalent Input Noise, Input Gain=Max -128dBu typ., Equivalent Input Noise, Input Gain=Max
Residual output noise -88dBu, Residual output noise, ST master off -88dBu, Residual output noise, ST master off -88dBu, Residual output noise, ST master off
Crosstalk -100dB*1, adjacent OMNI IN/OMNI OUT channels, Input Gain = Min. -100dB*1, adjacent OMNI IN/OMNI OUT channels, Input Gain = Min. -100dB*1, adjacent OMNI IN/OMNI OUT channels, Input Gain = Min.
Power requirements US/Canada: 120V 60Hz, Japan: 100V 50/60Hz,
China: 110-240V 50/60Hz,
Korea: 220V 60Hz,
Other: 110-240V 50/60Hz
US/Canada: 120V 60Hz, Japan: 100V 50/60Hz, China: 110-240V 50/60Hz, Korea: 220V 60Hz, Other: 110-240V 50/60Hz US/Canada: 120V 60Hz, Japan: 100V 50/60Hz, China: 110-240V 50/60Hz, Korea: 220V 60Hz, Other: 110-240V 50/60Hz

Analog input characteristics CL5

Input Terminals GAIN Actual Load
Impedance
For use with nominal Input level Connector
Sensitivity*¹ Nominal Max. before clip
OMNI IN 1-8 +66dB 7.5kΩ 50-600Ω Mics &
600Ω Lines
-82dBu (61.6μV) -62dBu (0.616mV) -42dBu (6.16mV) XLR3-31 type (Balanced)*²
-6dB -10dBu (245mV) +10dBu (2.45V) +30dBu (24.5V)
TALKBACK +64dB 10kΩ 50-600Ω Mics &
600Ω Lines
-70dBu (0.245mV) -60dBu (0.775mV) -40dBu (7.75mV) XLR3-31 type(Balanced)*²
+20dB -26dBu (38.8mV) -16dBu (0.123V) +4dBu (1.23V)

*1. Sensitivity is the lowest level that will produce an output of +4dBu(1.23V) or the nominal output level when the unit is set to maximum gain.(all faders and level controls are maximum position.)
*2. XLR-3-31 type connectors are balanced..(1=GND, 2=HOT, 3=COLD)
*3. In these specifications, 0dBu = 0.775 Vrms.
*4. All input AD converters are 24bit linear, 128times oversampling.
*5. +48V DC ( phantom power ) is supplied to OMNI IN (1-8) and TALKBACK XLR type connectors via each individual software controlled switches.

Analog output characteristics cl-5

Output Terminals Actual Source
Impedance
For Use With
Nominal
Max.Output Level
Select SW*4
Output Level Connector
Nominal Max. before clip
OUTPUT 1-8 75Ω 600Ω Lines +24dB (default) +4dBu (1.23 V) +24dBu (12.3V) XLR-3-32 type (Balanced)*1
+18dB -2dBu (616mV) +18dBu (6.16V)
OUTPUT 9-16*5 75Ω 600Ω Lines +24dB (default) +4dBu (1.23 V) +24dBu (12.3V) XLR-3-32 type (Balanced)*1
+18dB -2dBu (616mV) +18dBu (6.16V)

*1. XLR-3-32 type connectors are balanced.( 1=GND, 2=HOT, 3=COLD )
*2. In these specifications, 0dBu = 0.775 Vrms.
*3. All output DA converters are 24bit, 128times oversampling.
*4. There are switches inside the body to preset the maximum output level. *5. Rio3224-D only

Digital Input & Output Characteristics CL-5

Terminal Format Data length Level Audio Connector
Primary/Secondary Dante 24bit or 32bit 1000Base-T 24ch Input/32ch Output (Rio3224-D) 8ch Input/16ch Output (Rio1608-D) 8ch Output (Ri8-D) 8ch Input (Ro8-D) etherCON Cat5e (Rio3224-D, Rio1608-D) RJ-45 (Ri8-D, Ro8-D)

Digital Output Characteristics cl5

Terminal Format Data length Level Connector
AES/EBU OUT 1-4*1 AES/EBU AES/EBU Professional Use 24bit RS422 XLR-3-32 type (Balanced)*2

*1 Rio3224-D only
*2. XLR-3-32 type connectors are balanced.( 1=GND, 2=HOT, 3=COLD )

I/O Slot (1-3) Characteristics

Control I/O characteristics

Each I/O Slot accepts a Mini-YGDAI card. Only Slot1 has a serial interface.

Terminal Format Level Connector
MIDI IN MIDI DIN Connector 5P
OUT MIDI DIN Connector 5P
WORD CLOCK IN TTL/75Ω terminated BNC Connector
OUT TTL/75Ω BNC Connector
GPI (5IN/5OUT) D-Sub Connector 15P (Female) *1
NETWORK IEEE802.3 10BASE-T/100Base-TX/ RJ-45
LAMP (CL5=3, CL3=2, CL1=1) 0V – 12V XLR-4-31 type *2
USB HOST USB 2.0 USB A Connector (Female)-
Meter Bridge (CL3/CL1 only) D-Sub Connector 9P (Female)-

*1. Input pins: Internal TTL-level pull-up resistors provided (47kΩ). Output pins: Open-drain output (Vmax = 12V, max. sink current/pin = 75mA) Power pins: Output voltage Vp = 5V, max. output current Imax = 300mA
*2. Pin 4 = +12V, Pin 3 = GND, lamp rating 5W. Software voltage control.

Garantia de 01 ano Yamaha do Brasil
Produto oficial, original, com Nota Fiscal
Fonte de alimentação universal 110Vac ~240Vac

Marca

yamaha

Yamaha musical Caixa de som ativa subwoofers para baixas frequências mixers digitais mesa de som analógica interface de áudio entre outros equipamentos e aparelhos de Pro Áudio e Sonorização. Todos os aparelhos comprados em Audio A Equipamentos de Sonorização Ltda, são produtos oficiais, com certificado de garantia Yamaha do Brasil, original e com Nota Fiscal NF-e, enviamos a todo o Brasil.     Estabelecendo um caminho para a próxima era. Essa é a Filosofia Yamaha.

Com a nossa experiência e sensibilidade únicas, obtidas com a nossa devoção ao som e à música, estamos comprometidos em criar entusiasmo e inspiração cultural unidos às pessoas em todo o mundo.

É entusiasmante quando as expectativas são superadas. Superar as expectativas começa quando conhecemos quais são elas.

Na Yamaha, nós tentamos pensar a partir do ponto de vista do cliente, nos desenvolvendo a partir da experiência e sensibilidade únicas, bem como da reputação de confiabilidade inigualável conquistada durante a nossa longa história, com a finalidade de sempre fornecer produtos de alta qualidade e prestar serviços que superem as expectativas dos nossos clientes.

Ao fornecer esses produtos e prestar esses serviços, buscamos para nós mesmos um sentimento de realização, e prazer em nossas vidas profissionais.

Com os clientes, artistas, e com as pessoas de todas as camadas sociais em todo o mundo, a Yamaha olha para o futuro, criando entusiasmo e inspiração cultural.

O Caminho

O Caminho

O “Caminho” Yamaha explica a mentalidade que todos os funcionários do Grupo Yamaha devem adotar, e a forma como eles devem atuar diariamente para que a Filosofia Corporativa seja colocada em prática.

Cada funcionário do Grupo Yamaha deve manter a filosofia corporativa em mente, independente da sua localidade geográfica e dos termos do seu vínculo empregatício.

É igualmente importante que os funcionários procedam de acordo com o “Caminho”, utilizando-o como um ponto de referência para mensuração das suas próprias decisões e conduta.

  • Abrace a sua Vontade
    • Com o mesmo empenho com o qual proporciona satisfação ao cliente e contribui com a sociedade e a cultura, ame o seu trabalho.
  • Mantenha-se Íntegro
    • Orgulhe-se de seu trabalho, mas mantenha-se humilde, trabalhando com integridade para oferecer destreza e serviços da melhor qualidade
  • Tome Providências Proativas
    • Seja proativo em seu trabalho; observe, considere, discuta, e atue para fortalecer o desempenho individual e da equipe.
  • Ultrapasse os Limites
    • Não se limite - tenha coragem para enfrentar novos desafios.
  • Comprometa-se com as Metas
    • Demonstre a criatividade e firmeza exigidas para garantir que os seus compromissos sejam alcançados
yamaha musical caixa de som ativa monitor de audioyamaha musical caixa de som ativa monitor de audio

Informação adicional

Peso 45 kg
Dimensões 120 × 80 × 50 cm
EAN/GTIN/UPC:

0888365323763

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.